Blog

Restituição do Imposto de Renda, como sei se estou apto a receber?

26 de abril

O IR é um dos impostos mais conhecidos no Brasil, a declaração deste ocorre todos os anos. Em 2019 iniciou-se em 7 de março com término em 30 de abril. Após este prazo, ocorre a restituição, que é um reembolso do valor superior ao que precisava ser pago. Porém, muitos brasileiros ficam com dúvidas se tem o direito de receber essa certa quantia ou não. Por isso, hoje trouxemos alguns dados importantes que vão lhe ajudar. Confira!

Para você saber se está apto, primeiramente é necessário analisar os seus gastos, isto é, caso você tenha pago mais imposto do que deveria, aí você tem direito a restituição deste, através da declaração.

O programa analisa, além de todos os seus gastos de maneira geral, as suas necessidades, como despesas médicas, escolares com dependentes, entre outras, e a partir dessas deduções são gerados os descontos e o valor que cada indivíduo tem a ser reembolsado.

Entre essa questão, existe o caso ao contrário, onde uma pessoa não tenha pago o suficiente, ou seja, quando o pagamento dos impostos durante o ano tenha sido menor do que ela devia, neste caso estará em débito com a receita devendo proceder a entrega da declaração e fazer o recolhimento do imposto que deixou de ser recolhido ao longo do ano.

O valor devido deve ser recolhido através de DARF ou pode ser debitado em conta, também poderá ser parcelado em até 8 parcelas com valor mínimo de R$10,00 com vencimento no último dia útil do mês. A primeira cota sem correção tem vencimento em 30/04/2019, a segunda cota é corrigida com juros de 1% e a partir da terceira cota a correção é 1% de juros mais taxa selic.

Existe uma terceira situação, quando o rendimento não tenha sido o suficiente para entrar na faixa de pagamento do imposto de renda, o indivíduo não deve o imposto a receita, como também não terá valores restituídos.

Caso ainda surjam dúvidas sobre o pagamento indevido ou não, aconselhamos que entre em contato com um escritório de contabilidade. Além de efetuarem os cálculos exatos sobre as suas despesas, você saberá como prosseguir aos próximos passos.

Conheça o calendário de restituição IR 2019

O calendário para a restituição do imposto de renda é definido de acordo com o Governo Federal, e, em parceria com o Ministério da Fazenda, definem conforme critérios técnicos o início para a restituição entrar em vigor e você poder se preparar.

De acordo com o calendário já divulgado pela Receita Federal, foi instituído que a restituição do IR de 2019, iniciará no dia 17 de junho. O governo definiu a partir dessa primeira data, que ao todo serão sete lotes para o reembolso, sendo então o 1º em junho e os outros demais em meados de cada mês, até dezembro.

Saiba que este valor a ser restituído ficará à disposição de cada contribuinte em agência bancária, a qual foi indicada na declaração. Este valor pode ser tanto sacado, como também colocado em conta corrente, isso dependerá da preferência de cada um.

Vale lembrar que a prioridade em primeiro momento, vai para os aposentados, como também para portadores de doenças neurológicas.

Este conteúdo lhe ajudou a sanar suas dúvidas? Então entre em contato e conheça um pouco mais sobre nossos serviços em contabilidade.

 

Voltar

Quer um orçamento? Possui alguma Dúvida?

Fale conosco!
Faça um orçamento