Blog

Novas regras para saque do FGTS e do PIS-Pasep!

31 de julho

Os programas FGTS e PIS-Pasep são recursos muito utilizados pela população brasileira. Alguns os utilizam para quitar dívidas, enquanto que outros para investir, entre diversas outras possibilidades, no entanto, foi anunciado na quarta-feira (24) de julho, uma nova mudança neste cenário, o que influenciará diretamente sobre o uso deste dinheiro.

Agora, as novas medidas para liberar os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), oferece ao trabalhador saques anuais no mês de seu aniversário, o saque-aniversário, que por adesão ocorre a partir de 2020.

Mas o que é o saque-aniversário?

É uma nova modalidade sobre a forma como você saca o dinheiro do FGTS ou PIS-Pasep, ou seja, todos os anos você terá a possibilidade de sacar um valor de acordo com o que tem em conta e porcentagem, mas somente no mês do seu aniversário.

Tabela do saque-aniversário

Até R$ 500 na conta: você poderá sacar até 50% do valor, sem adicional.

De R$ 500,01 a R$ 1 mil: 40% do valor, mais R$ 50.

De R$ 1.000,01 a R$ 5 mil: 30% do valor, mais R$ 150.

De R$ 5.000,01 a R$ 10 mil: 20% do valor, mais R$ 650.

De R$ 10.000,01 a R$ 15 mil: 15% do valor, mais R$ 1.150.

De R$ 15.000,01 a R$ 20 mil: 10% do valor, mais R$ 1.900.

Acima de R$ 20 mil: 5% do valor, mais R$ 2.900.

Para o ano de 2019 e 2020, os saques estarão ainda entrando na modalidade saque-aniversário, o que por sua vez demandará de um cronograma especial, isto é, o saque para as contas ativas e inativas do FGTS, de forma imediata de até R$500,00 reais, tem início a partir do mês de setembro, com término previsto para março de 2020. Já o PIS-Pasep tem o inicio em agosto de 2019.

A equipe econômica tem como objetivo alcançar o valor de R$42 bilhões na economia ainda este ano e no ano que vem. Já o Ministério da Economia calcula que essa nova medida beneficiará cerca de 96 milhões de trabalhadores, aquecendo o crescimento do adicional do Produto Interno Bruto (PIB), prevendo que será de 0,35 ponto percentual em 12 meses.

Vale lembrar que essa nova regra não altera quem opte permanecer na anterior, pelo menos, não por enquanto. Portanto, se você manter o saque total do seu FGTS em caso de demissão sem justa causa, não muda o cálculo da multa de 40%. Agora, se você optar pelo saque anual – o saque-aniversário, em caso de demissão sem justa causa, abrirá mão do saque total.

Para os trabalhadores que optarem por essa nova modalidade, caso desejarem retornar a anterior – saque total, terão de aguardar o período de 2 anos.

Quer saber mais sobre o que mudou com essa nova medida? Acesse.

Desenvolver materiais a fim de lhe manter bem informado é a nossa missão, a partir daqui você pode estudar bem o atual cenário e já começar a economizar. Além disso, estar aliado a um escritório contábil que possa lhe auxiliar na melhor escolha, faz toda a diferença no futuro de suas finanças, lembre-se disso!

Entre em contato e saiba mais!

Voltar

Quer um orçamento? Possui alguma Dúvida?

Fale conosco!
Faça um orçamento